1 de março de 2008

Alamos Pinot Noir 2007

*** 13º vinho comentado pela "Confraria Brasileira de Enoblogs" escolhido pelo blog "Le vin quotidien". Leia também os comentários dos outros blogs acessando nos links em "Indicações para colheitas".

Vinícola: Catena Zapata
Safra 2007
Uvas: 100% Pinot Noir
País: Argentina
Região: Mendoza
Graduação: 14%
Temperatura: --
Notas da vinícola: Alamos Pinot Noir comes from the Gualtallary district of Tupungato. Located at 5.000 feet elevation, this is the highest vineyard site in all of Mendoza, Argentina. Nicolás Catena believes that the lower average temperature, cool mountain nights, and pebble covered soils characteristic of this area provide the ideal microclimate for Pinot Noir.

Onde Colhi: Mercado Shangrilá
Quando Colhi: 15/1/2008
Valor Pago: R$ 29,90
Onde degustei: Em casa.
Quando degustei: 22/02/2008
Participantes: Guilherme e Susana
Meus comentários:
O vinho indicado para a degustação foi da safra de 2006, encontrei apenas a 2007. Segundo a vinícola a safra de 2006 estagia 12 meses em 100% de carvalho francês, não há a informação para a safra 2007. Um vinho com tons de vermelho cereja, bem cristalino lágrimas abundantes. Aromas doces mais para vetegetais. Ótima acidez, taninos redondos, álcool equilibrado (apesar dos seus 14%), sem amargor. Corpo mediano, um vinho mais para elegante do que potente. Suave, com um retrogosto ótimo com final mediano. Madeira sentida apenas no aroma "fundo de copo". Impressionou-me pelo fato de ser uma safra bem recente (a primeira que degusto de 2007), imaginava que estivesse mais rústico. Vale a pena guardar uma garrafa e degustar daqui pelo menos 1 ano.

Nota: 4 taças e meia : EXCELENTE

4 comentários:

Gabriel Aleixo disse...

Fala Guilherme,
Fico contente que você também tenha apreciado o vinho. Sabe que estou pensando justamente em guardar uma ou duas garrafas para ver no que vai dar. Vamos ver...
Abraço!

Diego disse...

Sempre tive grande interesse nessa linha do Catena Zapata, pelo que vejo todos gostaram, eu não tive como compra-lo mas se um dia a oportunidade surgir, pegarei uma garrafa.

Abraços

Colheita de Vinhos disse...

Gabriel e Diego,

Obrigado pelos comentários.

Gostei sim muito deste vinho, vale a pena comprar uma ou mais garrafas e deixar guardado.

Abraços,

Guilherme

Marcos disse...

Tomei ontem dia 17/03/2009 e achei muito interessante que o alto teor alcoólico de 14º não fica perceptível como descrito pelo Guilherme, vinho muito elegante, mais um que caiu exatamente com meu paladar, mas pasmem paguei R$ 41,00 na “A casa dos vinhos” que tem uma nova loja aqui em São Caetano do Sul no ABC Paulista.