25 de junho de 2008

Sichel Bourdeaux 2004


Este vinho é um Appellation Bordeaux Controlée do Produtor Maison Sichel, feito com o corte (Merlot + Cabernet Sauvignon + Cabernet Franc) onde comprei no distribuidor de bebidas Gustare a um preço de R$ 29,00 em Janeiro de 2008. Possui cor granada, aromas vegetais não muito pronunciado, sem indícios de passagem por madeira. Alta acidez, pouco corpo, álcool equilibrado (12,5%). Final super curto, assim que engolia parecia que não tinha se tomado um vinho! Não vale pelo preço pago.

Nota: 2 taças : REGULAR

6 comentários:

Imfernandes disse...

Já tomei vinhos desse produtor de qualidade e preços razoáveis. Coisa de R$16,90 e R$21,00 (AOC tb) e ao que parece, mais interessantes que esse.

Tem muitos no Wal Mart.

Vinho para Todos disse...

Caro Guilherme, já escrevi o texto sobre o VERNUS e a postagem está programada para dia 15/07, às 12:00 h.

Pode ser?

Gerson disse...

Olá, me desculpem o sumiço, mas por problemas pessoais estive ausente, fico feliz por retornar e mais ainda ao ver que temos novos e interessantes blogs, Avaliador de Vinhos, Degusteno, Diario de Bacco... muito maneiro mesmo...muitissimo legal...parabéns para Le Vin au blog e Vinho para Todos que ao meu ver iniciaram a Confraria...
Em tempo: estava com saudades de ler os comentários da Rafaela sobre os vinhos.

Gabriel Aleixo disse...

Fala Guilherme,
O Vihno para todos está com uma dica legal de Côtes du Ventoux, dá uma olhada.
Eu tinha meio que combinado com ele de postar sobre o Vernus nesse final de semana, porque eles trocaram o vinho do mês pelo Trivento Pinot Noir... Como já tinhamos os Vernus, resolvemos postar em paralelo. Legal que vc vai postar também!
Perguntei para ele quando quer postar, vamos ver.
Abraço,
Gabriel

Vinho para Todos disse...

Guilherme,

me parece que o DUETTO PINOT NOIR SHIRAZ 2006 tem proposta diferente. Pretende ser mais refrescante que os tintos "normais", aproximando-se um pouco de um pinot noir, mas com características um pouco diferentes no tocante aos aromas e final de boca.

Sem forem experimentá-lo, livrem-se de pré-concepções e não o comparem com outro, até porque esse corte é inédito (pelo menos pra mim).

Saúde!!

Fabiana Gonçalves disse...

Quase que compro esse vinho um dia desses por cerca de R$ 22. Mas ainda bem que tive uma certa intuição e acabei não levando. Agora não compro mesmo :)
Abraço!